Perfil epidemiológico dos pacientes submetidos à artroplastia de joelho do serviço de fisioterapia em hospital público de Santo André-SP

Adriana Cordeiro dos Santos, Alessandra Cristina Biagi

Resumo


Introdução: A artroplastia de joelho é indicada para incapacidade grave resultante de dor, deformidade e função limitada como resultado de artrose, artrites reumáticas, osteonecrose e outras. Objetivo: Traçar o perfil epidemiológico dos pacientes submetidos à artroplastia de joelho do serviço de fisioterapia do Hospital Estadual Mário Covas (HEMC) de Santo André-SP. Métodos: Estudo do tipo retrospectivo baseado em um levantamento dos prontuários de pacientes que se submeteram à cirurgia de artroplastia de joelho no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2009, e que realizaram reabilitação no setor de fisioterapia do HEMC. Resultados: A média de idade encontrada foi de 69,1 anos, prevalecendo o sexo feminino em 56,7% dos casos. Na totalidade dos prontuários encontrou-se como etiologia a gonartrose e o tipo de cirurgia realizada foi a artroplastia total de joelho, sendo 89,1% cirurgias unilaterais. Dentre as comorbidades encontradas, a hipertensão arterial sistêmica apresentou prevalência em 81,08%, no pós-operatório obteve-se 67,5% dos casos sem complicações. O tempo médio de reabilitação fisioterapêutica foi de 2,6 meses, 72,9% dos casos obtiveram alta por objetivos alcançados. A análise realizada revelou cinco municípios diferentes de procedência dos pacientes tratados no serviço do HEMC. Conclusão: Ao se comparar os resultados com os achados bibliográficos recentes encontrou-se, em grande parte, proximidades entre os dados.


Palavras-chave


artroplastia do joelho; perfil de saúde; serviço hospitalar de fisioterapia; osteoartrite do joelho

Texto completo:

PDF

Referências


Cunha BM, Oliveira SB, Santos-Neto L. Incidência de infecções em artroplastias de quadril e joelho em pacientes com artrite reumatoide e osteoartrite. Rev Bras Reumatol. 2011;51(6):609-615. http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042011000600007

Lalmohamed A, Opdam F, Arden NK, Prieto-Alhambra D, van Staa T, Leufkens HG, et al. Knee arthroplasty and risk of hip fracture: a population-Based, case-control study. Calcif Tissue Int. 2012;90(2):144-50. http://dx.doi.org/10.1007/s00223-011-9558-1

Gonçalvez RK, Costi LE. Artroplastia total do joelho indicações e técnicas. In: Palma IM. Clínica ortopédica da SBOT artroplastia total de joelho. Rio de Janeiro: 2008; p.21-23.

Lotke PA. Joelhos totais primários princípios e técnicas padrão. In: Lotke PA, Lonner JH. Artroplastia do joelho.2.ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2007; p. 49-72.

Crockarell Jr JR, Guyton JL. Arthroplasty of the knee. In: Canale ST, Beaty JH. Campbell’s operative arthopaedics. 11.ed. Pennsylvania: Mosby Elsevier, 2008; p. 241-311.

Leme LEG, KitadaiI FT, Amatuzzi MM. Artropatias degenerativas do joelho no idoso. In: Amatuzzi MM. Joelho articulação central dos membros inferiores. São Paulo: Rocca, 2004; p. 469-78.

Araújo HA. Artroplastia unicompartimental do joelho. In: Palma IM. Clínica ortopédica da SBOT artroplastia total de joelho. Rio de Janeiro: 2008; p.105-12.

Chen HW, Chen HM, Wang YC, Chen PY, Chien CW. Association between rehabilitation timing and major complications of total knee arthroplatsy. J Rehabil Med. 2012;44(7):588-92. http://dx.doi.org/10.2340/16501977-0971

López AA, Morote CC, Lorenzo YG. Tratamiento quirúrgico de la osteoartritis de rodilla. Rev Cubana Ortop Traumatol. 2004;18(1):53-9.

Kisner C, Colby LA. O joelho. In: Kisner C, Colby LA. Exercícios terapêuticos fundamentos e técnicas. 4. ed. São Paulo: Manole, 2005; p. 506-62.

Centeno OMC, Cambras RA, Fernández FAC, Vázquez MG, Masón SH, García ML. Presentación de um protocolo para la artoplastia total de rodilla. Rev Cubana Ortop Traumatol. 2008;22(2).

Fucks R, Matuella F, Rabello LT. Artroplastia total do joelho avaliação a médio prazo: dois a dez anos. Rev Bras Ortop. 2000;35(3):94-101.

D’Elias CO, Santos ALG, Leonhardt MC, Lima ALLM, Pécora JR, Camanho GL. Tratamento das infecções pós artroplastia total de joelho: resultado de dois anos de seguimento. Acta Ortop Bras. 2007;15(3):158-62. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522007000300008

Meyer M, Meyer BF, Thober E. Artroplastia total de joelho em pacientes obesos. Rev Bras Ortop. 2000;35(3):77-9.

Carvalho Jr LH, Castro CAC, Gonçalves MBJ, Rodrigues LCM, Lopes FL, Cunha FVP. Complicações de curto prazo da artroplastia total de joelho: avaliação de 120 casos. Rev Bras Ortop. 2006;41(5):162-66.

Vaz CES, Guarniero R, Santana PJ, Molin ED, Bader DL, Okamura HT. Tratamento da artrose unicompartimental do joelho com artroplastia unicompartimental tipo repicci II: relato preliminar de 42 casos. Rev Bras Ortop. 2008;43(4):138-45. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162008000300006

Gandhi R, Tso P, Davis A, Mohamed NN. Outcomes of total joint arthroplasty in academic versus community hospitals. Can J Surg. 2009;52(5):413-16.

Piano LPA, Golmia RP, Scheinberg M. Artroplastia total de quadril e joelho: aspectos clínicos na fase perioperatória. Einstein. 2010;8(3 Pt 1):350-3.

Lima ALLM, Pécora JR, Albuquerque RM, Paula AP, D’Elia CO, Santos ALG, et al. Infecção pós artroplastia total de joelho: considerações e protocolo de tratamento. Acta Ortop Bras. 2004;12(4):236-41. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522004000400007

Cha SI, Lee SY, Kim CH, Park JY, Jung TH, Yi JH, et al. Venous thromboembolism in Korean patients undergoing major orthopedic surgery: a prospective observational study using computed tomographic (CT) pulmonary angiography and indirect CT venography. J Korean Med Sci. 2010;25(1):28-34. http://dx.doi.org/10.3346/jkms.2010.25.1.28

Zeni J. Clinical outcomes after simultaneous bilateral total knee arthroplasty: comparison to unilateral total knee arthroplasty and healthy controls. J Arthroplasty. 2010;25(4):541-46. http://dx.doi.org/10.1016/j.arth.2009.02.016




DOI: https://doi.org/10.7322/abcshs.v38i1.2

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Adriana Cordeiro dos Santos, Alessandra Cristina Biagi