O que a literatura científica e os projetos político‑pedagógicos revelam sobre a qualidade da educação superior em enfermagem?

Polyana de Castro Limeira, Otília Maria Lúcia Barbosa Seiffert, Lídia Ruiz‑Moreno

Resumo


Introdução: O atual panorama da educação superior em enfermagem configura‑se pelo elevado número de cursos, cujos níveis de
qualidade requerem questionamento. Com vistas a assegurar que a expansão destes cursos tenha critérios de qualidade, torna‑se premente a avaliação do processo de formação. Objetivos: Conhecer a literatura científica acerca do eixo temático 1 (ET1): avaliação da qualidade da educação superior em Enfermagem (QESE) e do eixo temático 2 (ET2): percepção de egressos acerca desta qualidade; compreender os parâmetros de qualidade que embasaram a elaboração de Projetos Político‑Pedagógicos (PPP) de cursos de graduação em Enfermagem. Métodos: Pesquisa bibliográfica, por meio de estratégias de busca utilizando combinações entre os termos avaliação, qualidade, Enfermagem, egressos e educação superior; pesquisa documental: análise de PPP de cursos de graduação em Enfermagem do município de São Paulo (SP) que disponibilizam o documento para consulta pública nos sites das instituições de ensino superior. Resultados: Pesquisa bibliográfica: ET1: artigos internacionais, enfoque às competências clínicas (predomínio da visão tecnicista), ausência da concepção de QESE; ET2: artigos nacionais, aspectos com necessidades de melhorias: infraestrutura das IES, interdisciplinaridade, competências gerenciais e de liderança, superação do modelo hospitalocêntrico, dinamização das práticas docentes e a superação da dicotomia teoria e prática. Pesquisa documental: 6 dos 33 cursos de SP disponibilizam publicamente seus PPP; a maioria das preconizações das DCN de Enfermagem esteve presente nos documentos analisados. Conclusão: Os artigos nacionais demonstraram perspectiva ampliada acerca da QESE, condizente com a vertente humanística, ao contrário dos artigos internacionais (visão tecnicista); ínfimo número de PPP disponíveis. 


Palavras-chave


educação superior; educação em enfermagem; avaliação educacional; bacharelado em enfermagem; currículo.

Texto completo:

PDF

Referências


Chaves VLJ, Amaral NC. Políticas de financiamento da educação superior no Brasil: o incentivo à privatização. In: Jezine E; Bittar M. Políticas de educação superior no Brasil: expansão, acesso e igualdade social. João Pessoa: Editora da UFPB; 2013.

Silva Júnior JR, Sguissardi V. A nova lei de educação superior: fortalecimento do setor público e regulação do privado/mercantil ou continuidade da privatização e mercantilização do público? Rev Bras Educ. 2005;(29):5‑27. http://dx.doi.org/10.1590/S1413‑24782005000200002

Tavares MGM, Meneghel SM, Robl F, Barreyro GB, Rothen JC, Sousa JV. Políticas de Expansão da Educação Superior no Brasil Pós‑LDB/96: desafios para a avaliação. Inter‑Ação. 2011;36(1):81‑9. http://dx.doi.org/105216/ia.v36i1.15029

Saupe R, Alves ED. Contribuição à construção de projetos político‑pedagógicos na enfermagem. Rev Latino‑Am Enfermagem. 2000;8(2):60‑7. http://dx.doi.org/10.1590/S0104‑11692000000200010

Brito MRF. O SINAES e o ENADE: da concepção à implantação. Avaliação. 2008;13(3):841‑50.

Houaiss A. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Editora Objetiva; 2009.

Demo P. Qualidade da educação: tentativa de definir conceitos e critérios da avaliação. Est Aval Educ. 1990;(2):11‑25. http://dx.doi.org/10.18222/eae00219902389

Minayo MCS, Deslandes SF, Cruz Neto O, Gomes R. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 29ª ed. Petrópolis: Vozes; 2010.

Lüdke M, André MEDA. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Pedagógica e Universitária; 1986.

Salamonson Y, Halcomb EJ, Andrew S, Peters K, Jackson D. A comparative study of assessment grading and nursing students’ perceptions of quality in sessional and tenured teachers. J Nurs Scholarsh. 2010;42(4):423‑9. http://dx.doi.org/10.1111/j.1547‑5069.2010.01365.x

Garside J, Nhemachena JZ, Williams J, Topping A. Repositioning assessment: giving students the ‘choice’ of assessment methods. Nurse Educ Pract. 2009;9(2):141‑8. http://dx.doi.org/10.1016/j.nepr.2008.09.003

Bland M, Gallagher P. The impact of a change to assessment policy on students from a New Zealand school of nursing. Nurse Educ Today. 2009;29(7):722‑30. http://dx.doi.org/10.1016/j.nedt.2009.02.015

Lilja Andersson P, Ahlner‑Elmqvist M, Johansson UB, Larsson M, Ziegert K. Nursing students’ experiences of assessment by the Swedish National Clinical. Nurse Educ Today. 2012;33(5):536‑40. http://dx.doi.org/10.1016/j.nedt.2011.12.004

Melender HL, Jonsén E, Hilli Y. Quality of clinical ducation‑comparison of experiences of undergraduate student nurses in Finland and Sweden. Nurse Educ Pract. 2013;13(4):256‑61. http://dx.doi.org/10.1016/j.nepr.2013.01.003

Carrijo CIS,Bezerra ALC, Munari DB, Medeiros M. A empregabilidade de egressos de um Curso de Graduação em Enfermagem. Rev Enferm UERJ. 2007;15(3):356‑63.

Carvalho, LS. Uma antiga profissão do futuro: percepções de enfermeiros sobre sua formação e inserção profissional. Dissertação (Mestrado) – Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Rio de Janeiro, 2011.

Jesus BH, Gomes DC, Spillere LBB, Prado ML, Canever BP. Inserção no mercado de trabalho: trajetória de egressos de um curso de graduação em enfermagem. Esc Anna Nery. 2013;17(2):336‑45. http://dx.doi.org/10.1590/S1414‑81452013000200019

Martinéli DD, Moura CR, Cesarino CB, Beccaria LM, Pinto MH, Paschoal VDA. Avaliação do Currículo da Graduação em Enfermagem por Egressos. Cogitare Enferm. 2011;16(3):524‑9.

Meira MDD, Kurcgant P. Avaliação da formação de enfermeiros segundo a percepção de egressos. Acta Paul Enferm. 2008;21(4):556‑61. http://dx.doi.org/10.1590/S0103‑21002008000400004

Meira MDD, Kurcgant P. O ensino de administração na graduação: percepção de Enfermeiros egressos. Texto Contexto Enferm. 2009;18(4):670‑9.

Nunes DM, Bottan G, Bianchi LB. Manifestações de egressos de um curso de enfermagem. REME Rev Min Enferm. 2011;15(1):97‑104.

Püschel VAA, Inácio MP, Pucci PPA. Inserção dos egressos da Escola de Enfermagem da USP no mercado de trabalho: facilidades e dificuldades. Rev Esc Enferm USP. 2009;43(3):535‑42. http://dx.doi.org/10.1590/S0080‑62342009000300006

Souza SNDH, Miyadahira AMK. O desenvolvimento de competências no curso de graduação em Enfermagem: percepção de egressos. Cienc Cuid Saúde. 2012; 11(supl):243‑50. http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v11i5.17082

Zborowski IP, Jabur MRL, Lúcio DE, Sperandio DB, Dias E. Enfermeiros egressos: expectativas e oportunidades no mercado de trabalho. CuidArte Enferm. 2009;3(1):41‑5.

Colenci R, Berti HW. Formação profissional e inserção no mercado de trabalho: percepções de egressos de graduação em enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2012;46(1):158‑66. http://dx.doi.org/10.1590/S0080‑62342012000100022

Higa, EFR, Gomes R, Carvalho MHR, Guimarães APC, Taipeiro EF, Marmorato ML, et al. Percepção do egresso de enfermagem sobre a contribuição do curso para o exercício do cuidado. Texto Contexto Enferm. 2013;22(1):97‑105. http://dx.doi.org/10.1590/S0104‑07072013000100012

Meira MDD. Avaliação da Formação do Enfermeiro: Percepção dos Egressos de um Curso de Graduação em Enfermagem. Dissertação (Mestrado) – Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

Meira MDD, Kurcgant P. Avaliação de Curso de Graduação segundo Egressos. Rev Esc Enferm USP. 2009,43(2):481‑5.

http://dx.doi.org/10.1590/S0080‑62342009000200031

Meira MDD, Kurcgant P. O desenvolvimento de competências ético‑políticas segundo egressos de um Curso de Graduação em Enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(5):1211‑8. http://dx.doi.org/10.1590/S0080‑623420130000500027

Munari DB, Rocha BS, Weirich CF, Medeiros M, Bezerra ALQ, Barbosa MA. O modelo de educação de laboratório como estratégia de Ensino na formação do enfermeiro: percepção dos egressos. Ciênc Cuid Saude. 2008;7(1):89‑97.

Souza NVDO, Correia LM, Rodrigues BMRD, Pereira AM, Pena DA, Nunes KSM. O enfermeiro e a teoria crítica da Educação: sua inserção no mundo do trabalho. Rev Enferm UERJ. 2006;14(4):506‑11.

Longhi SRP, Bento KL. Projeto Político‑Pedagógico: uma construção coletiva. Rev Divulg Técnico‑Científ ICPG. 2006;3(9):173‑8.




DOI: https://doi.org/10.7322/abcshs.v40i3.808

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Polyana de Castro Limeira, Otília Maria Lúcia Barbosa Seiffert, Lídia Ruiz‑Moreno

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.